Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Voltar

O que significam as informações da tabela nutricional e do rótulo de alimentos?

Saber o que está comendo ajuda a fazer escolhas mais saudáveis nas refeições.

O que significam as informações da tabela nutricional e do rótulo de alimentos?

Estima-se que cerca de 48% dos brasileiros não tem o hábito de ler os rótulos dos alimentos que consomem. Além da informação sobre a data de validade, a maioria consulta apenas o valor calórico apresentado na tabela nutricional por ser um termo que está muito associado com o ganho de peso.1,2

O rótulo traz ouras informações que também podem ser importantes para saúde, por isso, adotar o hábito de ler tanto a tabela nutricional quanto os ingredientes dos alimentos ajuda na hora de escolher opções mais saudáveis em cada refeição.

As informações da tabela nutricional

Porção – esse valor, geralmente medido em gramas, representa a quantidade média do produto para a qual se aplicam as informações nutricionais mostradas na tabela e também o tamanho da porção recomendada.3

%VD – ou percentual de valores diários. Esse número representa a quantidade do valor recomendado por dia de energia e nutrientes que esse alimento oferece em uma dieta padrão de duas mil calorias.

Valor energético – demonstra a quantidade de energia que o corpo irá produzir ao consumir aquela porção indicada na tabela. Geralmente, esse valor será medido em quilocalorias (kcal) ou quilojaules (kJ).3

Carboidratos – representa a quantidade desse nutriente que é responsável por fornecer energia para as células do corpo, principalmente para o cérebro. Os carboidratos são comuns em pães, massas, farinhas, batatas, arroz e doces.3,4

Proteínas – apresenta a porção desses nutrientes que ajudam na formação e manutenção de células presentes nos tecidos e órgãos do corpo. Alimentos ricos em proteínas estão as carnes, ovos, leite e os legumes.3,5

Gorduras totais – muitas pessoas podem achar que as gorduras totais representam apenas algo ruim para o corpo, porém, algumas ajudam a absorver vitaminas A, D, E e K, necessárias para diversas funções do organismo. O valor colocado na tabela nutricional mostra a soma dos tipos de gordura animal e vegetal presentes naquele alimento.3,4

Gorduras saturadas – esse tipo de gordura está mais presente em alimentos de origem animal, como na pele do frango, algumas carnes, leite integral e alguns derivados, como queijo e iogurte. O consumo de grandes quantidades desse tipo de gordura pode aumentar o risco de doenças do coração, por isso, o ideal é ter moderação nas porções diárias desses alimentos.4

Gorduras trans – muito mais comum nos alimentos que são industrializados. Essa é uma gordura vegetal que passou pelo processo de hidrogenação e é usada como ingrediente para melhorar a textura ou até mesmo aumentar o tempo de validade. O ideal é consumir pequenas quantidades de gordura trans, já que o organismo não consegue absorver nutriente desses alimentos.3,4

Sódio – componente principal do sal de cozinha, o sódio pode estar presente tanto em alimentos salgados como também em doces e em bebidas gaseificadas. Consumir grandes quantidades pode ser perigoso para pessoas que sofram com pressão alta.3,4,5

Outras informações importantes nos rótulos de alimentos

  • Ingredientes: uma lista de tudo que foi usado para preparar aquele produto, ordenada de forma decrescente, ou seja, os ingredientes que vem em primeiro lugar estão em maior quantidade do que aqueles que estão no final. Ler a lista de ingrediente ajuda a identificar a presença de coisas que podem acabar causando algum tipo de alergia;4,5
  • Lote: é um número de identificação de produção. Essa informação se torna importante quando é divulgado algum problema na fabricação e o lote precisa ser recolhido ou é recomendado a não ser consumido.4,5

 

Referências:

1. Bendino NI, Popolim WD, Oliveira CR de A. Avaliação do conhecimento e dificuldades de consumidores frequentadores de supermercado convencional em relação à rotulagem de alimentos e informação nutricional. Disponível em: https://www3.unip.br/presencial/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2012/03_jul-set/V30_n3_2012_p261a265.pdf . Acesso em: dezembro/2019.
2. Pesquisa de orçamentos familiares – Tabela de composição nutricional dos alimentos consumidos no Brasil. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv50002.pdf. Acesso em: dezembro/2019.
3. Manual de orientação aos consumidores – Educação para o consumo saudável. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/396679/manual_consumidor.pdf/e31144d3-0207-4a37-9b3b-e4638d48934b. Acesso em: dezembro/2019.
4. Rotulagem nutricional obrigatória. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/389979/Rotulagem+Nutricional+Obrigat%C3%B3ria+Manual+de+Orienta%C3%A7%C3%A3o+%C3%A0s+Ind%C3%BAstrias+de+Alimentos/ae72b30a-07af-42e2-8b76-10ff96b64ca4. Acesso em: dezembro/2019.
5. Cavada G da S, Paiva FF, Helbig E, Borges LR. Rotulagem nutricional: você sabe o que está comendo. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-67232012000500015. Acesso em: dezembro/2019.

Voltar

Veja mais desse tema

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Saiba mais
Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Você sabe o que é uma emergência oncológica?

Emergências oncológicas são situações incomuns na pessoa com câncer, que podem ser causadas pela própria doença ou pelo tratamento e, que necessitam de um atendimento médico imediato para evitar maiores problemas. 1

Saiba mais
Imunoterapia

Imunoterapia

O tratamento do câncer vem evoluindo com o surgimento de novos tipos de medicações e estratégias de tratamento ao longo das últimas décadas. Neste contexto, a imunoterapia tem emergido como uma importante ferramenta no tratamento de vários tipos de câncer, ao lado de outras modalidades como quimioterapia, terapia-alvo, hormonioterapia, além de a cirurgia e radioterapia.

Saiba mais
Tratamentos oncológicos orais

Tratamentos oncológicos orais

Apesar de genericamente englobadas sob o termo quimioterapia oral, as terapias oncológicas administradas por via oral, através de cápsulas ou comprimidos, representam uma gama de diferentes classes de medicamentos, incluindo não apenas os quimioterápicos propriamente ditos, mas também os agentes hormonais, as drogas-alvo e os agente imunomoduladores. Devido aos diferentes mecanismos de ação, efeitos colaterais e particularidades na administração de cada uma dessas medicações, é importante que haja uma clara troca de informações entre a equipe de cuidados médicos e os pacientes antes do início do tratamento, para assegurar não apenas maior segurança, como também maior aderência, e consequentemente eficácia, do plano terapêutico proposto.

Saiba mais
Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Os alimentos que consumimos, são divididos em dois grandes grupos: macronutrientes e micronutrientes. Os macronutrientes são basicamente proteínas, gorduras e carboidratos. Já os micronutrientes, são as vitaminas e minerais. E quando ocorre uma falta desses nutrientes, ocorre o que chamamos de desnutrição.

Saiba mais
Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Todo procedimento cirúrgico, por menor que seja, envolve muitas variáveis que interfere no seu sucesso E, por isso, todo cuidado e o máximo de preparação devem ser tomados para inimizar os riscos e maximizar a segurança dos pacientes.

Saiba mais
Subir