Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Voltar

Como as redes de apoio social podem ajudar a pessoa com câncer

Quanto mais integrada for a rede de apoio social, mais significativa é a ajuda que vem dela.1

Como as redes de apoio social podem ajudar a pessoa com câncer

A pessoa com câncer precisa se adaptar e lidar com várias questões físicas, psicológicas e sociais durante os diferentes estágios do tratamento.1 Então, ela pode precisar do suporte de uma rede de apoio social para enfrentar essas questões e melhorar a qualidade de vida. Quando isso acontece, é mais provável que ela tenha uma postura positiva e responda melhor aos desafios da doença.2

O que é a rede de apoio social e para que ela serve?

A rede de apoio social é formada pela família, amigos e vizinhos da pessoa com câncer, bem como pelos sistemas de saúde, organizações religiosas etc. São os vínculos de relacionamento, e é a partir deles que acontecem os apoios sociais.1

O que é apoio social – são informações ou recursos que vem da rede de apoio social e que podem ter impactos físicos, emocionais e comportamentais positivos, tanto para a pessoa com câncer quanto para quem está próximo, como a família dele. É uma relação de troca e de envolvimento entre quem apoia e quem é apoiado. Quanto mais integrada for a rede de apoio social, mais significativa é a ajuda que vem dela, que pode ser de vários tipos, por exemplo:1

  • Companhia – em consultas e seções de tratamento, para se divertir e relaxar, ou simplesmente ‘estar junto’;
  • Compartilhamento de questões pessoais – pedir aconselhamento, desabafar, contar algum segredo;
  • Apoio emocional – compreensão, simpatia, empatia e apoio, como uma conversa de incentivo e/ou um abraço;
  • Ajuda material e de serviços – ajuda financeira, de informações e de serviços, como apoio recebido pela equipe médica, pela secretaria de saúde e a prefeitura do município, bem como o que recebem de familiares nas atividades cotidianas, como na limpeza da casa.

Os grupos de pessoas com câncer também fazem parte da rede de apoio social?

É comum que quem tem câncer busque grupos de pessoas com a doença ou que tenham passado por ela, pois se sentem mais à vontade para conversar sobre dúvidas, temores e angústias. Esses novos vínculos passam a fazer parte da rede de apoio social dele e, muitas vezes, não há sequer necessidade de contato presencial. Existem vários grupos na internet, que conectam milhares de pessoas com câncer.3

Importância dos grupos de apoio – participar de grupos de apoio, seja presencialmente ou pela internet, ajuda a enfrentar uma angústia muito comum: a sensação de que não há pessoas passando pela mesma situação. Apesar de muitas pessoas enfrentarem um câncer, o sentimento de cada um é, de fato, único.3

Como escolher um grupo de apoio – a pessoa com câncer precisa encontrar um, cujo objetivo atenda às necessidades dela, ou seja, receber apoio emocional, educação ou as duas coisas. Além disso, é preciso avaliar se deseja compartilhar experiências presencialmente ou de forma anônima. No segundo caso, os grupos na internet podem ser uma boa opção. Existem diferentes tipos de grupo, o que também deve ser avaliado em função de qual é a necessidade da pessoa, por exemplo:4

  • Grupos de colegas ou de autoajuda, que são administrados por algum membro;
  • Grupos liderados por um profissional, que intermedia as trocas de experiências dos participantes;
  • Grupos de informação, que são liderados por um profissional e tem por objetivo fornecer informações e educação sobre câncer.

Cuidados com as informações - ao mesmo tempo que pode ser positivo trocar experiências, a pessoa com câncer precisa ter muito claro que cada caso é único e que os tratamentos são cada vez mais individualizados. É importante discutir com os profissionais que cuidam dele as informações que obtiver.3

 

Referências:

1 - Bard BA, Cano DS. O Papel da Rede Social de Apoio no Tratamento de Adultos com Câncer. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-metodista/index.php/MUD/article/view/8742/6351. Acesso em: outubro/2019.
2 Kolankiewicz ACB, Souza MM, Magnano TSBS, Doménico EBL. Suporte Social Percebido por Pacientes com Câncer e sua Relação com Características Sociais e Demográficas. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472014000100031. Acesso em: outubro/2019.
3 – Grupos de Apoio para Pacientes com Câncer se Proliferam na Internet – Ajuda de Semelhantes. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva – INCA. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media_root/rrc-22-social-ajuda-de-semelhantes.pdf. Acesso em: outubro/2019.
4 – Suppot Groups. American Society of Clinical Oncology – ASCO. Disponível em: https://www.cancer.net/coping-with-cancer/finding-support-and-information/support-groups. Acesso em: novembro/2019.

Voltar

Veja mais desse tema

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Saiba mais
Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Você sabe o que é uma emergência oncológica?

Emergências oncológicas são situações incomuns na pessoa com câncer, que podem ser causadas pela própria doença ou pelo tratamento e, que necessitam de um atendimento médico imediato para evitar maiores problemas. 1

Saiba mais
Imunoterapia

Imunoterapia

O tratamento do câncer vem evoluindo com o surgimento de novos tipos de medicações e estratégias de tratamento ao longo das últimas décadas. Neste contexto, a imunoterapia tem emergido como uma importante ferramenta no tratamento de vários tipos de câncer, ao lado de outras modalidades como quimioterapia, terapia-alvo, hormonioterapia, além de a cirurgia e radioterapia.

Saiba mais
Tratamentos oncológicos orais

Tratamentos oncológicos orais

Apesar de genericamente englobadas sob o termo quimioterapia oral, as terapias oncológicas administradas por via oral, através de cápsulas ou comprimidos, representam uma gama de diferentes classes de medicamentos, incluindo não apenas os quimioterápicos propriamente ditos, mas também os agentes hormonais, as drogas-alvo e os agente imunomoduladores. Devido aos diferentes mecanismos de ação, efeitos colaterais e particularidades na administração de cada uma dessas medicações, é importante que haja uma clara troca de informações entre a equipe de cuidados médicos e os pacientes antes do início do tratamento, para assegurar não apenas maior segurança, como também maior aderência, e consequentemente eficácia, do plano terapêutico proposto.

Saiba mais
Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Os alimentos que consumimos, são divididos em dois grandes grupos: macronutrientes e micronutrientes. Os macronutrientes são basicamente proteínas, gorduras e carboidratos. Já os micronutrientes, são as vitaminas e minerais. E quando ocorre uma falta desses nutrientes, ocorre o que chamamos de desnutrição.

Saiba mais
Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Todo procedimento cirúrgico, por menor que seja, envolve muitas variáveis que interfere no seu sucesso E, por isso, todo cuidado e o máximo de preparação devem ser tomados para inimizar os riscos e maximizar a segurança dos pacientes.

Saiba mais
Subir