Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Voltar

Como adequar a alimentação antes de começar o tratamento do câncer

Por que é importante adequar a alimentação na fase que precede o início do tratamento? 

Como adequar a alimentação antes de começar o tratamento do câncer

A boa nutrição é um dos aspectos fundamentais para auxiliar o sucesso do tratamento e deve ser levada em conta desde o momento do diagnóstico. Atenuar a perda de peso e a desnutrição é essencial para a melhora do prognóstico, bem como para a qualidade de vida do paciente. Veja como adequar a dieta nessa fase.1

Riscos da desnutrição

Cirurgias – a desnutrição é um importante fator de risco pré-operatório. Pacientes desnutridos tendem a ter mais complicações infecciosas e não infecciosas, além de maior tempo de internação. O uso de suplemento nutricional com imunomoduladores, como arginina, nucleotídeos e ômega 3, pode auxiliar no preparo cirúrgico e na sua recuperação quando utilizado de cinco a sete dias antes e depois da cirurgia. Converse com seu médico e/ou nutricionista sobre a possível necessidade.2

Tratamentos não cirúrgicos – os tratamentos para combater o câncer, como quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, entre outros, podem levar à perda de peso e de massa muscular, e com isso, a desnutrição. Esses tratamentos, muitas vezes, afetam a ingestão alimentar pelo fato de alguns dos efeitos colaterais interferirem no apetite. Portanto, uma atenção maior se faz necessária. Ingerir doses maiores de proteínas, fazer refeições completas e aumentar a quantidade de calorias nelas podem ser estratégias que contribuem para uma melhor nutrição nesse período. A desnutrição diminui a resposta ao tratamento do câncer e reduz a tolerância do corpo aos efeitos colaterais.3

O que fazer para evitar a desnutrição na fase de pré-tratamento do câncer

Por consequência da atividade metabólica do tumor, é comum já sentir alguns efeitos colaterais antes de iniciar o tratamento – principalmente a falta de apetite. Ela torna ainda mais difícil a tarefa de aumentar o consumo calórico para evitar a desnutrição. Segue abaixo algumas dicas sobre a alimentação que podem ajudar nesse momento3:

  • Faça de cinco a seis refeições diárias, de três em três horas. Ou seja, não fique longos períodos sem se alimentar;
  • Beba pelo menos dois litros de líquidos por dia. Eles podem ser divididos entre água, água de coco, chás e sucos naturais. Anote a quantidade diária consumida para não perder o hábito;
  • Inclua todos os dias porções de legumes, verduras e frutas na sua alimentação. Eles são ricos em minerais, fibras e vitaminas, além de regularem o funcionamento do intestino;
  • Se já estiver sentindo falta de apetite, priorize alimentos com maior índice calórico e quantidade de proteínas, como peixe, carnes magras, frango, ovos, iogurte.
  • Modere o consumo de alimentos gordurosos, ultraprocessados, ricos em açúcar e frituras;
  • Verifique com seu médico e/ou nutricionista a possibilidade de suplementos alimentares em sua dieta;

Saiba quais hábitos alimentares você deve adotar para amenizar os efeitos colaterais do tratamento e da própria doença.

Ao receber o diagnóstico de câncer, é importante se informar mais sobre nutrição antes e durante o tratamento e tirar todas as suas dúvidas a respeito com um nutricionista e os profissionais que te acompanham. Solicite o encaminhamento ao seu médico.

 

Referências:

1 - Oliveira FP; Santos A; Viana MS; Alves JL; Pinho NB; Reis PF. Perfil Nutricional de Pacientes com Câncer de Cavidade Oral em Pré-Tratamento Antineoplásico. Disponível em: http://www1.inca.gov.br/rbc/n_61/v03/pdf/08-artigo-perfil-nutricional-de-pacientes-com-cancer-de-cavidade-oral-em-pre-tratamento-antineoplasico.pdf. Acesso em: outubro/2019.
2 - Nestlé Health Science. Programa Impacto Positivo. Acesso em: outubro/2019.
3 - Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Guia de nutrição para pacientes e cuidadores. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//guia-de-nutricao-para-pacientes-e-cuidadores-web-2015.pdf. Acesso em: outubro/2019.

Voltar

Veja mais desse tema

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Posso fazer exercícios físicos quando estiver em tratamento?

Saiba mais
Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Sintomas e sinais de emergência: quando correr para o hospital?

Você sabe o que é uma emergência oncológica?

Emergências oncológicas são situações incomuns na pessoa com câncer, que podem ser causadas pela própria doença ou pelo tratamento e, que necessitam de um atendimento médico imediato para evitar maiores problemas. 1

Saiba mais
Imunoterapia

Imunoterapia

O tratamento do câncer vem evoluindo com o surgimento de novos tipos de medicações e estratégias de tratamento ao longo das últimas décadas. Neste contexto, a imunoterapia tem emergido como uma importante ferramenta no tratamento de vários tipos de câncer, ao lado de outras modalidades como quimioterapia, terapia-alvo, hormonioterapia, além de a cirurgia e radioterapia.

Saiba mais
Tratamentos oncológicos orais

Tratamentos oncológicos orais

Apesar de genericamente englobadas sob o termo quimioterapia oral, as terapias oncológicas administradas por via oral, através de cápsulas ou comprimidos, representam uma gama de diferentes classes de medicamentos, incluindo não apenas os quimioterápicos propriamente ditos, mas também os agentes hormonais, as drogas-alvo e os agente imunomoduladores. Devido aos diferentes mecanismos de ação, efeitos colaterais e particularidades na administração de cada uma dessas medicações, é importante que haja uma clara troca de informações entre a equipe de cuidados médicos e os pacientes antes do início do tratamento, para assegurar não apenas maior segurança, como também maior aderência, e consequentemente eficácia, do plano terapêutico proposto.

Saiba mais
Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Conheça Mais sobre os Tipos de Nutrição

Os alimentos que consumimos, são divididos em dois grandes grupos: macronutrientes e micronutrientes. Os macronutrientes são basicamente proteínas, gorduras e carboidratos. Já os micronutrientes, são as vitaminas e minerais. E quando ocorre uma falta desses nutrientes, ocorre o que chamamos de desnutrição.

Saiba mais
Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Importância da Nutrição no Resultado das Cirurgias

Todo procedimento cirúrgico, por menor que seja, envolve muitas variáveis que interfere no seu sucesso E, por isso, todo cuidado e o máximo de preparação devem ser tomados para inimizar os riscos e maximizar a segurança dos pacientes.

Saiba mais
Subir